Entenda as mudanças na nota fiscal 4.0 e saiba como emiti-la

Home / Negócios / Entenda as mudanças na nota fiscal 4.0 e saiba como emiti-la

Para se manter em conformidade com as obrigações fiscais, as companhias devem se adequar ao novo formato da nota fiscal 4.0. Você já migrou o seu sistema para o novo formato?

Com a finalidade de modernizar a emissão de notas, a nova versão traz como principais novidades tanto o aperfeiçoamento na segurança de informações, quanto na praticidade de consultas online.

Depois de ler o artigo, você saberá o passo a passo para emitir a nova versão da nota fiscal, mas antes, veja quais os benefícios ela traz para você!    

Saiba os benefícios da nota fiscal 4.0

Com o foco de reduzir custos e melhorar a produtividade, o gestor pode contar com os seguintes pontos:

Facilitar a sua procura

Ao contar com uma ferramenta de Gestão Eletrônica de Documentos (GED), o gestor deixa de se preocupar com toda a documentação, que passa a ser armazenada, de forma organizada, na ferramenta.

Reduzir custos de impressão

Com acesso a uma ferramenta online, a empresa não precisará arcar com os custos de materiais de impressão para os seus documentos fiscais.

Reduzir custos de armazenagem

Para manter a organização dos papéis, até então, o contribuinte era responsável por armazenar a documentação para a apresentação ao fisco. Com o uso da tecnologia, a empresa pode eliminar os custos de logística referentes ao armazenamento físico.

Otimizar o tempo

Como todo o processo é feito pela internet, a empresa não precisará se preocupar com documentos físicos e consequentemente, o seu armazenamento. Dito isso, em poucos cliques, por meio de uma ferramenta, você poderá consultar a nota desejada.

Melhorar o controle

Como falaremos a seguir, a adoção do novo layout permite que o gestor possa acompanhar os gastos realizados pela empresa. Assim, você pode ter o real valor sobre o faturamento feito em um determinado período.

Entenda o que mudou na nova versão

Com o objetivo de melhorar a transparência, as notas agora contam com as seguintes mudanças em seu layout:

Diferenciação na forma de pagamento

A nova versão da nota permite que você preencha qual a forma de pagamento foi utilizada, podendo escolher entre cheque, dinheiro, cartão de débito ou crédito ou vale-alimentação.

Fundo de Combate à Pobreza – FCP 

Nas versões anteriores, não era possível identificar qual era o valor da alíquota do ICMS e qual era o FCP. Agora, o documento conta com um campo próprio para ele.

Protocolo de Comunicação

A nova versão da nota fiscal conta com o novo protocolo TLS 1.2. A ferramenta tem como objetivo reduzir o número de vulnerabilidades das informações, garantindo maior segurança em suas operações.

Rastreabilidade do Produto

Para manter maior controle sobre produtos sanitários (bebidas e comidas), o documento deve apresentar informações que facilitem a sua rastreabilidade.

Entre elas, é preciso constar: número do lote, quantidade de produtos no lote, data de validade e data de fabricação ou produção.

Porque manter o sistema de emissão atualizado

Para continuar emitindo as notas fiscais, o gestor deve utilizar a nova versão para se manter em conformidade com as obrigações fiscais. Além disso, a versão anterior (3.10) não será mais validada pelo órgão do governo responsável (Sefaz).

Caso ignore a mudança, a empresa tornará o seu processo irregular, correndo o risco de trazer maiores complicações caso o gestor não se adeque ao novo formato.

Agora que sabemos das suas vantagens e mudanças no novo formato, clique aqui para saber como emitir a nova versão da nota fiscal 4.0!

Comentários(0)

Deixe um Comentário