Gestão de patrimônio: tire aqui suas dúvidas!

Home / Dicas de gestão / Gestão de patrimônio: tire aqui suas dúvidas!

O gerenciamento eficiente de uma empresa requer atenção nos mais diversos campos, abrangendo desde o relacionamento com o cliente até a administração de bens. Quanto mais o negócio cresce, maiores são as suas responsabilidades e preocupações, e menor parece ser o tempo para lidar com elas.

Por sorte, existem cada vez mais métodos e ferramentas que auxiliam na otimização de tais tarefas. Neste texto, vamos mostrar orientações que ajudarão você a cuidar da gestão de patrimônio do seu negócio de forma eficaz, econômica e segura. Vamos lá?

O que é gestão de patrimônio?

A gestão patrimonial nada mais é do que a administração de seu empreendimento com foco no patrimônio. Isso significa que todas as questões de compra e destinação de bens, sejam elas quais forem, estão envolvidas.

Uma boa logística nesse sentido é primordial para que a empresa consiga controlar a quantidade e o valor de seus ativos e passivos. Dessa forma, é possível realizar um processo de análise e planejamento capaz de otimizar a administração da organização como um todo.

Como aprimorar a gestão de patrimônio?

Entendido o conceito desse tipo de gestão e sua importância para o sucesso de uma empresa, se torna clara a necessidade de ter um bom gerenciamento nessa área. A tarefa pode parecer árdua, mas existem diversas técnicas e muitos instrumentos que transformam o controle do patrimônio em algo completamente executável. Abaixo, veremos algumas dicas para a realização desse processo.

Otimize a gestão do inventário empresarial

Como você provavelmente já sabe, o inventário é a relação de todos os bens e materiais possuídos pela empresa. Não é fácil controlar tudo isso e ainda evitar o erro humano, mas podemos driblar essa e outras dificuldades com uma palavra: tecnologia.

O uso de sistemas de controle de estoque, por exemplo, permite ao gestor controlar em tempo real o armazenamento e a circulação de produtos — mesmo à distância. Assim, evitam-se erros comuns, como a perda de vendas por falta de produtos ou até a compra excessiva de materiais que já estão em estoque.

Estabeleça um manual de procedimentos

Organização é mesmo muito importante! Ao estabelecer um manual de normas e procedimentos relacionados aos ativos da empresa, você cria um norte para a execução da gestão patrimonial.

Para colocar o manual em prática, é necessitando garantir o entendimento de todos os funcionários, além de evitar erros que podem causar danos e prejuízos, como compras ou manutenções desnecessárias.

Utilize instrumentos de localização de ativos

Isto é imprescindível. Faça o registro de todos os ativos da empresa da forma mais clara possível. Para isso recomenda-se fazer emplaquetamento, registro fotográfico, descrição e localização de cada bem.

É importante ressaltar que esse processo deve ser realizado com certa frequência para manter o inventário atualizado.

Avalie a vida útil dos bens

Tenha sempre em mente até quando você pode contar com cada bem do negócio. Analise a vida útil, econômica e já transcorrida — o período que já foi utilizado — de cada um deles.

É preciso ter sempre atenção à condição de cada bem para ter certeza de que seu período de utilização não será alterado por causa de negligência, más condições ou sobrecarga.

Adote um software de gestão patrimonial

A utilização de um software para gerir o seu patrimônio é essencial para a otimização de gestão. Como o sistema organiza e armazena enormes quantidades de dados fundamentais para a empresa, ele torna possível a análise de tais informações, levando à tomadas de decisão mais contundentes.

Outro benefício da utilização de um software é a rapidez e a segurança com que ele reúne materiais. A automatização de processos internos agiliza o acesso e o compartilhamento entre gestores. Ao mesmo tempo, o gestor tem a opção de salvar os dados na nuvem ou em um HD externo, garantindo o controle sobre a informação.

É evidente a importância de uma boa gestão patrimonial para a saúde da empresa, pois ela possibilita previsão de custos e redução de gastos, permitindo maior domínio sobre bens, direitos e obrigações da organização.

Pronto para aplicar essas técnicas para melhorar a gestão de patrimônio do seu negócio? Não deixe de compartilhar essas dicas em suas redes sociais!

Comentários(0)

Deixe um Comentário