Entenda a diferença entre markup e margem de lucro

Home / Dicas de gestão / Entenda a diferença entre markup e margem de lucro

Ao tentar definir o lucro na venda de um produto, os empresários costumam cometer o erro de não saber a diferença entre markup e margem.

Dessa forma, os gestores podem realizar cálculos imaginando qual a margem de lucro a empresa deve conseguir até o final do mês, mas por conta da confusão entre os termos, o valor obtido é abaixo do esperado, prejudicando todo o planejamento.

Para resolver essa questão, vamos definir, com exemplos práticos, a diferença entre markup e margem. Está interessado? Veja o nosso artigo e deixe de cometer esse erro!

Saiba o que é markup e margem

Markup

Para definir o preço de venda do produto, o empreendedor deve realizar o cálculo do Markup. O valor é resultado do índice aplicado ao custo da mercadoria em questão, sem considerar os gastos e a margem de lucro, que veremos mais neste artigo.

Margem

Já a margem representa a porcentagem de lucro em relação ao preço de venda da mercadoria.

Muitas pessoas cometem o erro de realizar o cálculo de markup imaginando que estão recebendo o lucro da mercadoria.

Veja as diferenças

Agora que temos uma ideia mais definida sobre os assuntos, sabemos que ambos os termos têm uma grande diferença. A confusão pode trazer uma falsa ilusão sobre o quanto o seu empreendimento está lucrando no final do mês.

Enquanto a margem de markup é calculada baseada no custo do produto, com um cálculo mais simples para definir o preço de venda, a margem de lucro considera também as despesas operacionais, como também os impostos para ter o valor de lucro.

Por esse motivo, o gestor deve ter conhecimento sobre os diferentes termos. Caso utilize o valor de markup acreditando ser a margem de lucro, você pode ter um resultado não correspondente ao esperado no final do mês, correndo o risco de trazer surpresas desagradáveis pela falta de planejamento.

Saiba como definir cada um

Para calcular o Markup, você deve seguir a seguinte fórmula:

Markup = 1 / 1 – Despesas Variáveis (em %) – Margem de Lucro (em %)

Definimos como despesas variáveis as despesas que dependem da venda da mercadoria, como tributos na saída, por exemplo.

Agora para definir o preço, você deve seguir a fórmula:

Preço = Custo Líquido x Markup

A margem de lucro é o valor que esperamos receber com a venda do produto.

Já a margem, você deve fazer a seguinte conta:

Margem de Lucro Líquida = Preço Líquido – Custo Líquido / Preço

O Preço é o valor de venda para o consumidor final, sem as despesas variáveis, como os tributos de saída.

Já o custo é o valor pago pela mercadoria, descartando os tributos recuperáveis como ICMS, COFINS e PIS.

Veja como funciona na prática

Markup

Para simplificar o cálculo, imagine que o produto não tenha despesas variáveis e nem os tributos recuperáveis. Com um lucro esperado de 50%, você deve fazer a conta dessa forma:

Markup = 1 / 1 – 0% – 50%

Você terá o markup de 2.

Agora para definirmos o Preço do produto, você deve fazer o passo a seguir:

Preço = 14,00 x 2 = R$28,00

Margem

Seguindo para o exemplo da Margem de Lucro, calcule:

Margem de Lucro Líquida = 28,00 – 14,00 / 28,00

A Margem de Lucro será de 50%.

Apesar das diferenças, alguns empresários cometem o erro de fazer o cálculo de Markup imaginando que o retorno será de lucro. Porém, como vimos no artigo acima, o markup serve para calcular qual o preço ideal de venda, imaginando de forma antecipada o lucro esperado. Enquanto a margem de lucro é o valor líquido retirado do preço de venda.

O entendimento dos termos é essencial para que o gestor tenha clareza em saber quais resultados ele quer que a empresa atinja no final do mês, sem as surpresas desagradáveis.

E você? Já conhecia a diferença entre markup e margem? Veja o nosso artigo e saiba as estratégias para formar o preço para o seu produto!

Comentários(0)

Deixe um Comentário