Os serviços de Locação de Equipamentos exigem que o gestor acompanhe a produção, os contratos, as entregas e manutenções dos produtos, além de todas as atividades que permeiam essas ações. E não é somente isso! O controle financeiro também é uma das responsabilidades dos gerentes. Imagine quanto tempo e energia são gastos para desenvolver um contrato, acompanhar o faturamento e emitir notas fiscais?! Está na hora de facilitar todo esse processo, certo?

Pensando nisso, algumas empresas começaram a direcionar serviços de automação como o ERP para automatizar a fatura e outros serviços relacionados. Para entender como o ERP atua e quais as aplicações no setor financeiro, acompanhe nosso artigo e descubra essa ferramenta para seu negócio!

Como funciona a automação do controle financeiro pelo ERP?

O ERP ou Enterprise Resource Planning é uma plataforma que tem por objetivo automatizar algumas ações da empresa. Ao mesmo tempo, ela também centraliza as informações sobre os processos de locação do negócio.

Como exemplo, pelo sistema de ERP o colaborador pode controlar o estoque, realizar pedidos diretamente com os fornecedores, gerenciar os clientes e status de cada maquinário ou mesmo levantar os lucros e gastos mensais. Além disso, é possível acompanhar todas as etapas da locação.

Com o trabalho descomplicado pelo ERP, os gestores tem maior foco nas atividades da empresa. Ao mesmo tempo, garantem o bom planejamento e execução das locações, identificando pontos fracos e possíveis melhorias no processo.

O controle financeiro é facilitado pelo ERP?

Com foco no controle financeiro, o ERP pode ser aplicado para algumas vertentes da área, como automatizar o faturamento ou gerenciar os contratos. Confira algumas aplicações:

Contratos

Para os contratos, o ERP pode gerenciar e acompanhar cada documento, bem como as faturas. Com isso, é possível alinhar essas informações com o estoque de acordo com a disponibilidade dos equipamentos.

Dessa maneira, é possível entender quais itens podem ser oferecidos para o cliente antes de fechar o contrato, definindo prazos de entregas e devoluções. Com isso, o gerenciamento de contrato se torna mais intuitivo e favorável, adequando o combinado com as entregas da empresa.

Notas fiscais

As notas fiscais demandam muita atenção e tempo dos colaboradores. Com o ERP, a emissão pode ser programada, considerando a Nota Fiscal Eletrônica, a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica e a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica.

Finanças

Para o sistema financeiro em geral, o ERP pode ajudar na previsão de movimentações financeiras de cada área. Ele acompanha e compara os resultados de tempos em tempos para sinalizar quando será o ponto de equilíbrio em sua rentabilidade.

Além disso, é possível definir quais ações serão feitas pelo sistema e quais as datas ideais, ajudando o colaborador em seu dia a dia.

Faturamento

Por fim, o ERP é grande agente para o faturamento da empresa. Facilita o acompanhamento da compra até a saída de produtos. Considera, também, a entrega e gestão de todos os momentos do cliente, a disponibilidade de estoques ou até mesmo a integração com os bancos da instituição.

Com todos esses pontos e usos, automatizar a fatura é apenas um exemplo de como o sistema pode ajudar a sua empresa. A Ótimo Gestor, por exemplo, oferece o Sistema de Gestão Integrada que conta com funcionalidades completas para automatizar o controle financeiro da sua Locadora de Equipamentos.

Entendeu melhor sobre como funciona o ERP para os sistemas fiscais, faturamento e controle financeiro?

Aproveite para compartilhar com seus contatos em suas redes sociais e conheça a Ótimo Gestor – Sistema ERP 100% WEB.