O controle de estoque de equipamentos é um dos processos de gestão que mais exigem atenção dos locadores. Isso porque um erro de informação, cadastro ou rastreabilidade podem impactar nos lucros da empresa e gerar prejuízos desnecessários.

 

Vamos supor que José é gerente de uma Locadora de Empilhadeiras. Ele controla seus equipamentos por meio de um sistema que só faz gestão de estoque, ou seja, não é integrado com mais nenhuma outra área da empresa.

 

José não separa os seus estoques, o que quer dizer que não possui um controle só para locação de equipamentos, outro só para vendas e insumos. Contudo, ele já teve muitos problemas com isso, justamente porque na hora de planejar a compra de novas peças e equipamentos, calcular os lucros e a rentabilidade, os números não estavam bem separados dos que eram provenientes das locações e das vendas.

 

E o que isso gerou? Gastos desnecessários, porque os dados não eram atualizados em tempo real, ele não sabia com precisão o valor do estoque e não planejou a média de saída dos equipamentos locados e vendidos, tampouco para as entradas.

 

Será que é o seu caso também?

 

Se sim, então você precisa saber como que o controle de estoque de equipamentos bem gerenciado e a sua disponibilidade impactam nas vendas e locações da empresa, bem como na geração de lucro. Acompanhe!

 

Um excelente controle de estoque de equipamentos reflete no sucesso das vendas e locações

A gestão de estoque exige organização e direcionamento de informações precisas para as tarefas de compra e venda, a fim de garantir a melhor performance dos indicadores financeiros e comerciais.

 

O controle de estoque de equipamentos deve estar alinhado 100% com a área comercial da locadora. Imagine que o vendedor envia a proposta de locação de um equipamento para o cliente com a data, a máquina a ser alugada, entre outras informações. Depois de efetuar esse processo, ele descobre que o referido equipamento, para aquela data específica, não está disponível. Complicado, não é mesmo?

 

Além de ser uma falha no processo de comunicação estoque-comercial, esse erro reflete a desorganização da gestão e falta do olhar integrado da locadora.

 

Para se obter sucesso nas vendas e locações, é de fundamental importância que a equipe comercial saiba com muita antecedência, por meio de uma tela única e no mesmo sistema, quais são os equipamentos disponíveis e onde se encontram naquele momento.

 

É necessário também identificar quais são os itens mais vendidos e alugados, os períodos de sazonalidade de cada máquina e o número de oferta e demanda. Todas essas informações são importantes para estabelecer projeções de longo prazo, bem como se planejar para o período de compras e reposição, além do planejamento orçamentário.

 

>> Planejamento orçamentário: como a tecnologia pode ajudar sua Locadora de Equipamentos?

 

Os 3 tipos de estoque que todo locador deve saber

Existem 3 tipos de controle de estoque de equipamentos que devem ser analisados em separado, a fim de garantir os melhores resultados na administração de suas máquinas, insumos e peças, bem como no controle de locações e vendas.

 

Essa separação permite identificar o valor real que se tem para cada tipo de estoque, a rentabilidade dos equipamentos, como definir estratégias e tomar decisões mais direcionadas com relação à comercialização e o processo financeiro.

 

Estoque de Locação

Os equipamentos para locação devem ter um estoque dedicado para eles, uma vez que sua dinâmica no processo interno e externo da empresa é diferente. Por quê? Porque os equipamentos alugados são os ativos mais valiosos de uma locadora, uma vez que estes retornam para a empresa após um contrato de locação e logo devem estar preparados, em perfeitas condições, para a próxima.

 

Neste caso, não se trata apenas em aplicar o código SKU para uma natureza de operação de vendas, mas entender que os equipamentos alugados fazem parte do patrimônio da locadora. Dessa forma, quando se adquire uma empilhadeira de uma fábrica, por exemplo, e ao dar baixa no estoque de locação como produto, é necessário transformar o item em patrimônio e controlá-lo como um bem fundamental para a operação da locadora.

 

Estoque de Insumos

O estoque de insumos de reposição, periféricos e consumo é o controle das peças que compõem um equipamento ou fazem parte de um conjunto acessório. O armazenamento dedicado para tais itens permite identificar qual o custo que se obtém na aquisição desses materiais, bem como os serviços atrelados à reposição de peças do equipamento. O custo desses insumos retorna pela rentabilidade do contrato de locação.

 

Estoque de Vendas

O estoque de vendas refere-se aos produtos de natureza de venda, ou seja, a entrada de fornecedores, cadastro do equipamento no estoque como produto, rastreamento por lote e número de série, bem como todo o processo de liberação de pedidos, disponibilidade para venda, romaneio, realização do inventário e comissão.

 

Um fator muito importante no controle de estoque de vendas é que, antes de liberar o pedido, o departamento comercial pode verificar a rentabilidade desse pedido e avaliar se ele está dando lucro ou não.

 

O sistema ERP como ferramenta indispensável no controle de estoque de equipamentos

As plataformas de gestão são ferramentas essenciais para quem não pode ser perder no controle de estoque de equipamentos – que requer atenção pelo nível de complexidade. Logo, depender de anotações, e-mails e qualquer outra comunicação que não seja devidamente validada, podem suscitar erros e falhas que gerarão consequências e prejuízos financeiros.

 

Portanto, adotar um sistema ERP é a saída mais inteligente! Ainda mais que suas funcionalidades são todas integradas entre as diversas áreas da empresa, separadas por módulos.

 

Logo, é possível acompanhar mais de perto e com detalhes ricos todo o fluxo de equipamentos e peças. Consegue-se, ainda, realizar o inventário, emitir relatórios do valor do estoque, acompanhar a movimentação dos equipamentos em tempo real, fazer o cadastro geral de tributação e muitas outras funcionalidades para um ótimo controle de estoque de equipamentos.

 

Além disso, um sistema ERR permite ter a visibilidade do estoque de forma fácil e consistente. Para isso, uma das possibilidades é parametrizar o seu estoque mínimo e máximo. Isso ajuda a reduzir custos e aumentar a previsibilidade do consumo, o que otimiza o planejamento de compra de equipamentos, evitando prejuízos desnecessários e aquisições fora de hora.

 

Portanto, agora que você entendeu qual a importância do controle de estoque de equipamentos para o sucesso das suas vendas e locações, quais os tipos de estoque que precisam ser gerenciados e porque o ERP é indispensável, que tal dar um passo importante e necessário?

 

O Ótimo Gestor é o sistema especialista do Locador de Equipamentos! É a plataforma que entende todas as necessidades e dia a dia operacional dos locadores, principalmente no que diz respeito ao controle de estoque e disponibilidade de equipamentos.

 

Faça parte do sistema que vem transformando a gestão do mercado de locação de equipamentos. Fale com nossos especialistas e conheça o ERP Ótimo Gestor.

 

 

 

 

SIMULE PLANOS EXCELENTES PARA QUEM É UM

ÓTIMO GESTOR